Os Racionais valorizam acima de tudo a lógica, a objetividade, a inquirição sistemática. São analistas por excelência e por essa razão tendem a ser deliberativos e factuais. Eles pesam tudo antes de tomar uma decisão e procuram sempre alternativas adicionais. Em sua busca por respostas exatas e precisas evitam dados subjetivos e afetivos, contando apenas com propostas objetivas e racionais. A prova documental é sua base para tomada de decisão.

Quando uma tarefa requer uma abordagem detalhadamente sistemática, os racionais são os mais recomendados.

Referencial de tempo: Passado, presente e futuro, encadeados nessa ordem.

Os Racionais tendem a

  • Se basear em fatos e dados.
  • Ser organizados, estruturados.
  • Procurar alternativas (análises).
  • Seguir regras (disciplina).
  • Ser discretos.
  • Se preocupar com os detalhes.
  • Ser prudentes, cautelosos.
  • Valorizar lógica e ordem.
  • Ser objetivos e precisos.
  • Ser metódicos e sistemáticos.
  • Ser formais.

Pontos Fortes dos Racionais

  • Bons planejadores.
  • Hábeis em identificar problemas e desenvolver soluções.
  • Didáticos, bons comunicadores.
  • Hábeis para estruturar.
  • Desenvolvedores de metodologias e procedimentos.
  • Objetivos e Analíticos.

 

Racionais podem ser vistos por Não Racionais como

Indecisos Trabalhadores
Cuidadosos Lentos na tomada de decisão
Impessoais Sérios demais
Minuciosos Rígidos
Muito Controladores Prolixos

Preferências dos Racionais

Gostam de: Não gostam de:
Análise exaustiva Agir sem pensar
Descobrir erros Fazer por fazer
Organizar, arrumar, classificar Lidar com sentimentos
Avaliar alternativas Desorganização, caos
Perfeição, exatidão Falta de estrutura
Pontualidade Inconsistência

 

Fonte: Kienbaum Brasil – Professores: João Mendes e Vicky Bloch